A trilha
sonora
da cidade

Notícias

Flautista Altamiro Carrilho morre aos 87 anos

Atualizado em

Flautista Altamiro Carrilho morre aos 87 anos

Após ficar internado quase um mês em uma clínica em Laranjeiras, no Rio de Janeiro, o flautista Altamiro Carrilho (87), passou mal na manhã da última segunda-feira (13), não resistiu e morreu na manhã desta quarta-feira (15). A família informou que o flautista teve problemas pulmonares, deixando-o debilitado. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Com cerca de 200 músicas compostas e mais de 100 discos gravados, Altamiro era um mestre na flauta transversal. Com talento musical latente, Carrilho começou a carreira  aos 13 anos  tocando caixa na Banda Lira de Arion, em seguida passou a tocar flauta, destacando-se no programa de calouros de Ary Barroso. Seu primeiro disco o “A bordo do Vera Cruz” veio em 1949, gravando ainda outros sucessos como “Choros imortais” (1964), “Clássicos do choro” (1979) e “Pixinguinha de novo” (1998).

Comentários 0

Comente esta notícia